quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

terça-feira da Quaresma




 
QUARESMA 2012
Terça-feira da Quaresma - Semana 1 (28/02/12)
"Sim, se vós perdoardes aos outros as faltas que eles cometeram, também o vosso Pai celeste vos perdoará; mas, se vós não perdoardes aos outros, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes". (Mt 6, 14-15)
Esta é uma simples equação cármica que é bastante óbvia na nossa experiência no plano psicológico. A conexão entre as duas partes não é uma ameaça apenas descritiva. O Pai não se recusa a perdoar, apenas nós não podemos sentir o perdão do Pai que nos envolve a não ser que perdoemos. Então precisamos entender o que significa perdoar.
Se eu não posso relevar o jeito com que as pessoas tem me ferido, intencionalmente, inconscientemente ou até mesmo na minha fantasia, eu permanecerei congelado no tempo. Estarei reagindo no presente a partir de um roteiro imutável e repetindo memórias do passado. Vítimas de abuso ou perseguição sofrem isto traumaticamente. O que chamamos de cura é, na verdade, forçar a abertura do torniquete do passado para permitir que a medicina do perdão toque o local da ferida.
Além e dentro do nível psicológico, no entanto, está o domínio espiritual. Aqui, poderosas e misteriosas forças giram como galáxias no cosmos. Mas, ainda, que sejam vastas e cósmicas elas são amigáveis e nos conhecem melhor que nós a nós mesmos, embora não imponham este conhecimento sobre nós, pois assim nos massacrariam.
Cada uma dessas forças é uma emissão no plano do ser (o Pai). Elas são essencialmente, variações da energia primordial do amor. O objetivo da meditação é o de viver tão plenamente quanto possível na presença desta energia e aberta à ela.
Aprender a meditar é aprender a permitir a percepção desta energia se tornar uma realidade contínua, alimentando cada pensamento, palavras e ações. Para aprender qualquer coisa precisamos ter a humildade para ouvir e começar com tarefas simples do conhecimento que estamos adquirindo. Ficamos satisfeitos com este processo, assim como, ficamos profundamente satisfeitos, ao aprender a dizer o mantra.
A consequência desta aprendizagem é a transformação. Energizados pelo amor descobrimos que podemos perdoar porque o perdão é apenas um outro nome para o amor quando encontra a resistência da dor e rompe e restaura a integridade do ser.
Laurence Freeman OSB


Um comentário:

  1. Tudo que Deus permite esconde graça!
    "Amar é dar a vida""O último exame será sobre o Amor"

    ResponderExcluir

deixe nos seu comentario para que este espaço seja cada vez melhor para todos os que aqui chegarem.